i-Pet Serviços em todos os concelhos do Montijo e Alcochete


"Se o grau de civilização dum país se conhece pelo
modo como trata os seus animais, eu quero fazer parte dessa metade que quer
evoluir, contra a outra metade que não deixa."

CONTACTO

animalcare.montijo@gmail.com

quinta-feira, 11 de Março de 2010

O que é a Parvovirose?


A Parvovirose Canina é altamente contagiosa e uma doença bastante grave, que é causada por um vírus que ataca o trato gastrointestinal dos cachorros, cães adultos e canídeos selvagens. Foi descoberta em 1978 e, desde ai, tem-se espalhado por todo o mundo.


Como se propaga a Parvovirose?


Os cachorros e os cães ficam infectados quando ingerem o vírus que fica nas fezes de um outro cão já infectado. A Parvovirose Canina resiste ás mudanças climatéricas e consegue sobreviver longos períodos de tempo. O amontoar de fezes que estejam contaminadas pode servir como reservatório da infecção e, assim o vírus é transportado rapidamente de sitio em sitio, através do pelo do animal, pelos sapatos ou outros objectos. Esta doença afecta todos os canídeos, mas não pode ser transmita a outros animais ou humanos.

Que cães estão expostos ao vírus?

Todos os cães estão expostos a esse vírus. No entanto, os cachorros com menos de 4 meses e os cães que não estejam vacinados estão mais expostos a esse risco. Algumas raças (como por exemplo o Rotweiller e o Pinscher Doberman) parecem estar mais predispostos a esta doença.

Quais os Sintomas da Parvovirose?

A Parvovirose Canina provoca claudicação, perda de apetite, febre, vómitos e severas diarreias com sangue. O vomitar e a diarreia podem provocar uma rápida desidratação A maioria das mortes provocadas pela parvovirose acontecem 48 a 72 horas após surgirem os primeiros sintomas. Se o seu cão tiver algum destes sintomas contacte imediatamente o Médico Veterinário.

Como diagnosticar e tratar a Parvovirose?

O diagnostico da Parvovirose Canina é feito com base nos sintomas clínicos e nas análises efectuadas. Não existe nenhum medicamento especifico que elimine este vírus. O tratamento deve ser iniciado de imediato e deve consistir primariamente no combate á desidratação ao substituir os electrólitos e fluidos perdidos, através do controle dos vómitos e diarreia e prevenir infecções secundarias. Os cães infectados devem ser mantidos quentes, sobre o olhar atento de um auxiliar e estar separado dos outros cães. Uma limpeza e desinfecção apropriadas do local onde os cês infectados permanecem é uma forma de controlar o alastramento do vírus.


Como se pode prevenir a Parvovirose?


A vacinação e uma boa higiene são componentes bastante importantes para a prevenção de Parvovirose Canina.

* Vacinação: A vacinação é importante. Os cachorros são muito vulneráveis á infecção, pois as defesas naturais trazidas pelo leite materno podem acabar antes mesmo dos cachorros desenvolverem as suas próprias defesas contra as infecções. Se um cachorro ficar exposto ao vírus durante esta “falha”, poderá ficar doente. Uma preocupação adicional é o facto das defesas trazidas no leite materno poderem tornar o cachorro imune á vacinação , ou seja, mesmo depois de vacinados os cachorros podem contrair parvovirose. Para evitar um contagio durante estes períodos são administradas diversas vacinas nos cachorros. Para proteger o seu cão adulto tem de garantir que a vacinação de Parvovirose se encontra em dia. Peça ao seu veterinário um programa de vacinação para o seu amigo.

* Higiene: Antes do cachorro ter todas as vacinas, o dono tem de ter atenção quando o leva até sítios onde outros cachorros se encontram (lojas de animais, aulas para cachorros, obediência, centros de dia). Alguns estabelecimentos para animais reduzem o risco de infecção o pedirem o boletim de vacinação, exames médicos, higiene e o isolamento dos cachorros e cães doentes. O contacto com cães deve ser sempre evitado.
Finalmente, não permita que o seu cachorro/cão entre em contacto com as fezes de outros durante os seus passeios. A disposição de material próprio para a recolha dos resíduos deve estar sempre disponível, de modo a limitar a propagação do vírus da parvovirose.

Um animal saudável é um companheiro feliz. O bem estar diário do seu animal requer uma atenção regular.

Consulte o seu Médico Veterinário se verificar algum destes sintomas:

* Altos ou inchaços;
* Perda ou aumento excessivo de apetite e de consumo de agua;
* Perda ou aumento acentuado de peso;
* Claudicação, rigidez ou dificuldade em subir ou descer escadas;
* Dificuldade, excesso ou descontrole de resíduos (urina e fezes);
* Alteração do comportamento ou fadiga;
* Hálito ou excesso de tártaro nos dentes.


Os animais envelhecem mais rapidamente que os humanos e, podem desenvolver doenças que passam despercebidas, mesmos aos donos mais atentos. Os exames regulares são bastante importantes.

6 comentários:

  1. muito,muito obrigado pelas explicações....me foram de imensa valia.

    ResponderEliminar
  2. meu cachorro era filhote 2 meses era lindo , nao era vacinado eu tambem nao sabia dessa vacina me sinto cupado por essa morte Parvovirose matou ela qria saber se ela tinha alguma chance de sobrviver mesmo sem ter sido vacinada antes estou sofrendo com a falta dela

    andrepvhrobr2010@hotmail.com

    vou agradecer muito as respostas

    ResponderEliminar
  3. tenho um pit com quase 2 meses e ta enterndo com a parvovirose ja faz 2 dias q ele ta enternado sera q ele tem chance de falacer

    samara_july1985@hotmaiol.com

    agradeço se me responder

    ResponderEliminar
  4. que pena que naum soube disso mais rapido pq meu cachorro morreu no dia de hoje 18 de agosto as 2:30 da tarde cheguei deixei elle 3 dias internado lá mais quando chego o veterinario disse que elle morreu. pena isso ;s mais sera que elle tinha chance de sobreviver ainda ?

    agradeço se responder

    email:matheus_cirne@hotmail.com

    espero resposta agradeço se responder obrigado.

    ResponderEliminar
  5. eu ja perdi 3 cachorros por causa dessa doença maldita
    mais agora vo toma muito cuidado quando eu tiver cachorros filhotes

    ResponderEliminar
  6. minha cachorrinha tem 2 meses e esta internada, a 2 dias com parvovirose, ela nao esta respondendo ao tratamento estou muito preocupada, mas estou com esperança que ela sobreviva.

    ResponderEliminar